Mundial de Esportes Aquáticos – resumo dos primeiros dias (última parte)

16º Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos em Kazan/RUS. A competição que reúne natação, maratona aquática, saltos ornamentais, nado sincronizado, polo aquático e salto de penhasco iniciou dia 24/07 e vai se encerrar dia 09/08. Abaixo um resumo dos primeiros dias (última parte):

SALTOS ORNAMENTAIS

Dia 24/07 – Sexta-feira
– Trampolim 1m Masculino – Eliminatória: 1º Jahir Ocampo/MEX (412,70), 2º Xie Siyi/CHN (404,40) e 3º Illya Kvasha/UKR 402,60. Não tivemos brasileiros na
prova. http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/531/DM_1m_pre.pdf

 

Dia 25/07 – Sábado
– Trampolim 3m Sincronizado Feminino – Eliminatória: Juliana Veloso e Tammy Galera ficaram na 18ª posição (228.87) e não passaram pra final;
– Plataforma Sincronizado Misto – Final: Ouro Yajie Si e Tai Xiaohu/CHN com 350,88; Prata Vincent Riendeau e Meaghan Benfeito/CAN (309,66) e Bronze Melissa
Wu e Domonic Bedggood/AUS (308,22). Luis Outerelo e Ingrid Oliveira (283,68) ficaram em 12º lugar (15 duplas participaram);
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/562/DX_10m_F.pdf
– Trampolim 3m Sincronizado Feminino – Final: Ouro Tingmao Shi e Minxia Wu/CHN (351,30), Prata Jennifer Abel e Pamela Ware/CAN (319,47), Bronze Esther Qin e
Samantha Mills/AUS (304,20). Não tivemos brasileiras na prova.

 

Dia 26/07 – Domingo
– Plataforma Sincronizada Masculino – Eliminatória: A dupla de Jackson Oliveira/Isaac Souza Filho ficou em 19º entre 20 e não passaram pra final (335.91
pontos). China em 1º com 470,13;
– Trampolim 1m Feminino – Eliminatória: Juliana Veloso ficou em 25º (226,90) e Luana Lira foi 37ª e última (180,35). Melhor atleta foi Shi Tingmao/CHN
(307,35);
– Plataforma Sincronizada Masculino – Final: Ouro p/ Chen Aisen e Lin Yue(CHN) com 495,72; Prata Ivan Navarro e German Sanchez/MEX (448,89) e Bronze Roman
Izmailov e Victor Minibaev/RUS (441,33).

so-tramp-sincro-masc

 

 
Dia 27/07 – Segunda-Feira
– Plataforma Sincronizada Feminino – Eliminatória: A dupla brasileira (Ingrid Oliveira e Giovanna Pedroso) terminou em 15º c/ 256,32 e não passaram pra
final; http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/620/DW_10mS_pre.pdf
– Trampolim 1m Masculino – Final: Ouro Siyi Xie/CHN (485,50), Prata Illya Kvasha/UKR (449,05), Bronze Mike Hixon/USA (428,30);
– Plataforma Sincronizada Feminino – Final: Ouro para as chinesas Chen Ruolin e Liu Huixia (359,52), Meahagan Benfeito/Roseline Filion(CAN) ficaram com a
prata (339,99) e Kim Un Hyang/Song Nam Hyang(PRK) conquistaram a medalha de bronze (325,26).

so-plat-fem

 

 
Dia 28/07 – Terça-Feira
– Trampolim Sincronizado Masculino – Eliminatória: Ian Matos e Luiz Outerelo ficaram em 13º lugar (entre 23) c/ 370,08. Ficaram a 3,51 da vaga pra final;
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/650/DM_3mS_pre.pdf
– Trampolim 1m Feminino – Final: Ouro p/ Tania Cagnotto/ITA (310.85), Prata Tingmao Shi(CHN) 309.20 e Bronze Zi He(CHN) 300.30. 1º ouro italiano em provas de
Saltos Ornamentais desde 1975 (Klaus Dibiasi);
– Trampolim 3m Sincronizado Masculino – Final: Ouro p/ Yuan Cao e Kai Qin(CHN) com 471,45. Foi o 28º ouro em 29 provas sincronizadas para os chineses em
Mundiais e/ou Jogos Olímpicos. Prata Evgenii Kuznetsov e Ilia Zakharov/RUS (459,18), Bronze Jack David Laugher e Chris Mears/GBR (445,20).

so-tramp-1m-fem

 

 
Dia 29/07 – Quarta-Feira
– Plataforma Feminino – Eliminatória: Giovanna Pedroso ficou em 22º lugar (301,40) e Ingrid Oliveira em 27º c/ 291,95. 37 atletas participaram. As duas
brasileiras não passaram pra semifinal;
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/680/DW_10m_pre.pdf
– Equipe 3m / 10m – Final (sem Brasil): Ouro Rebecca Gallantree e Thomas Daley/GBR (434,65), Prata Oleksandr Gorshkovozov e Iullia Prokopchuk/UKR (426,45) e
Bronze Siyi Xie e Roulin Chen/CHN (425,40).
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/689/DMTEF.pdf

so-final-equipes

 

 
Dia 30/07 – Quinta-feira
– Trampolim 3m Masculino – Eliminatória: César Castro ficou em 17º (419,30) e passou pra semifinal. Ian Matos em 23º (403,85) não avançou;
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/707/DM_3m_pre.pdf
– Trampolim 3m Masculino – Semifinal: 1º Yuan Cao/CHN (540,8), 2º Chao He/CHN (527,95). César Castro ficou em 14º (430,30) e não avançou pra final, mas
garantiu vaga nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Eram 12 vagas em disputa, mas Romel Pacheco/MEX (via Jogos Pan-Americanos de Toronto) e Mathieu Rosset/FRA
(vencedor do Campeonato Europeu realizado em junho) já tinham vaga garantida e como eles estavam entre os 12 melhores, abriram duas vagas. Desta forma César
vai disputar sua 4ª Olimpíada;
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/710/DM_3m_DF.pdf
– Plataforma Feminino – Final: Ouro Kim Kuk Hyang/PRK (397,05), Prata Qian Ren/CHN (388,00), Bronze Pamg Pandelela/MAS (385,05). 1º ouro norte-coreano em
campeonatos mundiais.
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/716/DW_10m_F.pdf

so-cesar
Fotos: Sátiro Sodré, FINA, twitter.com/finakazan2015

Mundial de Esportes Aquáticos – resumo dos primeiros dias (última parte)

Mundial de Esportes Aquáticos – resumo dos primeiros dias (parte 3)

16º Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos em Kazan/RUS. A competição que reúne natação, maratona aquática, saltos ornamentais, nado sincronizado, polo aquático e salto de penhasco iniciou dia 24/07 e vai se encerrar dia 09/08. Abaixo um resumo dos primeiros dias (parte 3):

 
NADO SINCRONIZADO

 

Dia 25/07 (sábado)
– Solo – técnica (eliminatória): Svetlana Romashina/RUS foi a melhor nesta fase com 94.3860. Não tivemos brasileiras na disputa;
– Dueto misto – técnica (eliminatória): Darina Valitova e Aleksandr Maltsev/RUS com a nota 88.8539 ficaram na 1ª posição. Esta foi outra prova sem presença de atletas brasileiros;
– Equipe – técnica (eliminatória): conjunto do Brasil ficou em 12º lugar c/ 83.0283 pontos e se classificou pra final. Maria Bruno / Beatriz Feres / Maria Eduarda Miccuci / Pamela Nogueira / Maria Coutinho / Branca Feres / Lorena Molinos / Lara Teixeira / Luisa Borges (R) / Sabrine Lowy (R). A melhor equipe foi a Rússia com 95.1829.
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/563/Start_List_Team_Tech_Results.pdf
– Solo – técnica (final): Ouro p/ Svetlana Romashina com 95.2680. Prata para a espanhola Ona Carbonell (93.1284) e bronze para a chinesa Sun Wenyan (91.5479).
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/565/Results_Solo_Tech_Final.pdf

 
Dia 26/07 – Domingo
– Dueto Técnico (Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci) – Eliminatória: as brasileiras ficaram em 14º lugar (81.7065) e não passaram pra final (12 duplas avançariam). As melhores foram Natalia Ishchenko e Svetlana Romashina (94.5715);
– Combo (Brasil) – Eliminatória: conjunto brasileiros ficou em 10º lugar (84.1000) e passou pra final (Maria Bruno / Juliana Damico / Branca Feres / Lorena Molinos / Giovana Stephan / Maria Coutinho / Beatriz Feres / Sabrine Lowy / Pamela Nogueira / Lara Teixeira
Luisa Borges (R) / Maria Eduarda Miccuci (R)). As russas, pra variar, foram as melhores com 96.4000;
– Dueto Técnico – Final: Ouro para as russas Natalia Ishchenko e Svetlana Romashina (95.4672), prata para as chinesas Huang Xuechen e Sun Wenyan (93.3279), bronze para Risako Mitsui e Yukiko Inui (Japão) com 92.0079;
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/601/Results_Duet_Tech_Final.pdf
– Dueto Misto Técnico – Final: Ouro p/ Christina Jones e Bill May/USA com 88.5108. Prata p/ Aleksandr Maltsev e Darina Valitova/RUS (88.2986). A Itália (Giorgio Minisini e Manila Flamini) ficou com o bronze (86.3640).
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/603/Results_Miwed_Duet_Final.pdf

nado-sincro-1

 
Dia 27/07 – Segunda-Feira
– Solo Livre – Eliminatória: a melhor nota foi da atleta russa Natalia Ishchenko com 96,500. Nenhuma brasileira estava inscrita na prova;
– Equipe Técnica – Final: conjunto do Brasil marcou 82,9372 pontos e ficou em 11º lugar, a frente da Grécia. Ouro p/ Rússia (95.7457), Prata China (94.4605) e Bronze Japão (92.4133). A equipe brasileira competiu com Maria Bruno / Beatriz Feres / Maria Eduarda Miccuci / Pamela Nogueira / Maria Coutinho / Branca Feres / Lorena Molinos / Lara Teixeira / Luisa Borges (R) / Sabrine Lowy (R).
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/632/Results_Team_Tech.pdf

nado-equipe-1

 
Dia 28/07 – Terça-Feira
– Dueto Livre (Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci) – Eliminatória: dupla brasileira terminou em 12º (entre 37) c/ 84.2000 e se classificaram pra final. A melhor nota foi da Rússia (97.2667);
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/653/Results_Duet_Free.pdf
– Dueto Misto Livre – Eliminatória (sem brasileiros): dupla norte-americana conquistou a melhor nota (90.5000);
– Equipe Livre (Brasil) – Eliminatória: Brasil terminou em 11º lugar com 85,3333 pontos e se classificaram pra final. A Rússia obteve a melhor nota (97.6333). A equipe brasileira: Maria Bruno / Beatriz Feres / Sabrina Lowy / Pamela Nogueira / Maria Coutinho / Branca Feres / Lorena Molinos / Lara Teixeira / Luisa Borges (R) / Maria Eduarda Miccuci (R)
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/662/Results_Team_Free.pdf

 
Dia 29/07 – Quarta-Feira
– Solo Livre – Final (sem brasileiras): Ouro Natalia Ishchenko/RUS c/ 97.2333, Prata Xuechen Huang/CHN (95.7000) e Bronze Ona Carbonell/ESP (94.9000). 18º ouro de Natalia Ishchenko em campeonatos mundiais.
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/686/Results_Solo_Free.pdf

 
Dia 30/07 – Quinta-feira
– Dueto Livre – Final: Luisa Borges e Maria Eduardo Miccuci marcaram 84,4667 pontos e terminaram em 12º lugar. Ouro p/ Natalia Ishchenko e Svetlana Romashina/RUS (98.2000), Prata Xueche Huang e Wenyan Sun/CHN (95.9000), Bronze Lolita Ananasova e Anna Voloshyna/UKR (93.6000).
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/712/Results_Duet_Free.pdf
– Dueto Misto – Final: Ouro Rússia (Aleksandr Maltsev e Darina Valitova, 91.7333), Prata Bill May e Kristina Lum-Underwood/USA (91.4667), Bronze Mariangela Perrupato e Giorgio Minisini/ITA (89.3333).
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/714/Results_Mixed_Duet_Free.pdf

nado-1

 
Dia 31/07 – Sexta-Feira
11:30 – Equipe Livre – Final

Dia 01/08 – Sábado
11:30 – Combo Livre – Final
Fotos: Foto: Clive Rose/Getty, Satiro Sodre,

Mundial de Esportes Aquáticos – resumo dos primeiros dias (parte 3)

Mundial de Esportes Aquáticos – resumo dos primeiros dias (parte 2)

16º Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos em Kazan/RUS. A competição que reúne natação, maratona aquática, saltos ornamentais, nado sincronizado, polo aquático e salto de penhasco iniciou dia 24/07 e vai se encerrar dia 09/08. Abaixo um resumo dos primeiros dias (parte 2):

MARATONAS AQUÁTICAS

Dia 25/07 (sábado)
5km feminino:
Haley Anderson(USA) foi a campeã (58.48.4). Prata p/ Kaliopi Araoouzou(GRE) c/ 58:49.8 e Bronze Finnia Wunram(GER) com 58:51.0. A melhor brasileira foi Betina Lorscheitter, na 15ª posição (59:57.8). Carolina Bilich ficou em 17º (1:00:07.2).
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/552/Result_List.pdf

5km masculino: Chad Ho(RSA) foi o vencedor com o tempo de 55:17.6; Prata p/ Rob Muffels(GER) c/ 55.17.6 e Bronze Matteo Furlan(ITA) com o tempo de 55.20.0. Victor Colonese foi o melhor brasileiro, chegando em 9º lugar (55:24.4). Samuel de Bona ficou em 14º (55:25.9).
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/560/Result_List.pdf

marat-prov-1

 

 
Dia 27/07(segunda-feira)
10km masculino: Ouro p/ Jordan Wilimovsky/USA (1:49:48.2), Prata Ferry Weertman/NED (1:50:00.3), Bronze Spyridon Gianniotis/GRE (1:50:00.7). Os brasileiros: Allan do Carmo terminou em 9º lugar (1:50:23.1) e Diogo Villarinho em 21º (1:50:48.8). Allan (por ter
ficado no TOP10) está classificado para os Jogos Olímpicos Rio 2016. As 10 vagas olímpicas foram para EUA (2), Itália (2), Holanda, Grécia, Grã-Bretanha, França, Canadá e Brasil.
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/626/Result_List.pdf

 
Dia 28/07(terça-feira)
10km feminino: Ouro Aurelie Muller/FRA (1:58.04), Prata Sharon van Rouwendaal/NED (1:58.06) e BRONZE Ana Marcella Cunha/BRA (1:58.26). A outra brasileira na prova, Poliana Okimoto, chegou em 6º lugar (1:58.28). Por terem terminado no TOP10 as duas brasileiras estão classificados para os Jogos Olímpicos Rio 2016. O Brasil será o único país com duas atletas nos 10km feminino. Vagas hoje para Brasil (2), França, Holanda, Itália, Rússia, Alemanha, Grécia, EUA e Hungria.
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/656/Result_List.pdf

marat-ana-1

 

 
Dia 30/07(quinta-feira)
Prova por equipes (5km): Ouro p/ Alemanha (Christian Reichert, Rob Muffels e Isabelle Harle) com o tempo de 55:14.4. A PRATA foi dividida entre BRASIL e Holanda. Ambas as equipes completaram em 55:31.2. Os medalhas de prata do Brasil: Allan do Carmo, Ana Marcela Cunha e Diogo Villarinho. Pela Holanda competiram Marcel Schouten, Sharon Van Rouwendaal e Ferry Weertmann.
http://kazan2015.com:8080/uploads/info/file/706/Result_List.pdf
Esta foi a 2ª medalha brasileira na competição (1P-1B). Ana Marcela conquistou hoje sua sexta medalha em Mundiais de águas abertas. Ela tem um ouro(25km/2011), duas pratas e três bronzes.

marat-equipe-2

 
Dia 01/08(sábado)
02:00 – 25km masculino – Allan do Carmo e Diogo Villarinho
02:15 – 25km feminino – Ana Marcela Cunha e Poliana Okimoto

Fotos: Reuters, Satiro Sodré/SS Press

Mundial de Esportes Aquáticos – resumo dos primeiros dias (parte 2)

Mundial de Esportes Aquáticos – resumo dos primeiros dias (parte 1)

16º Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos em Kazan/RUS. A competição que reúne natação, maratona aquática, saltos ornamentais, nado sincronizado, polo aquático e salto de penhasco iniciou dia 24/07 e vai se encerrar dia 09/08. Abaixo um resumo dos primeiros dias (parte 1):

POLO AQUÁTICO

1ª fase
Feminino
Grupo A: Canadá, Cazaquistão, Nova Zelândia, Espanha
Grupo B: Austrália, África do Sul, Grécia, Holanda
Grupo C: Brasil, Japão, Estados Unidos, Itália
Grupo D: Hungria, Rússia, China, França
Masculino
Grupo A: Croácia, Brasil, Canadá, China
Grupo B: Grécia, Estados Unidos, Itália, Rússia
Grupo C: África do Sul, Hungria, Argentina, Cazaquistão
Grupo D: Sérvia, Japão, Montenegro, Austrália

Dia 26/07 (domingo)
Feminino
Brasil 2×13 Estados Unidos, parciais de (0x6, 0x3, 1×2 e 1×2). Gols: Amanda Oliveira e Izabella Chiappini.
Japão 3×15 Itália
Canadá 15×6 Nova Zelândia
Cazaquistão 7×14 Espanha
Austrália 8×7 Grécia
África do Sul 1×22 Holanda
Rússia 16×5 França
Hungria 8×9 China

polofem2

Dia 27/07 (segunda-feira)
Masculino
Brasil 9×9 China, parciais (3×4, 2×1, 3×4, 1×0). Gols: Felipe Perrone(4), Gustavo Guimarães(2), Josip Vrlic(2), Guilherme Gomes(1).
Croácia 12×7 Canadá
Grécia 11×10 Itália
África do Sul 10×6 Argentina
Hungria 14×5 Cazaquistão
Estados Unidos 7×6 Rússia
Sérvia 11×8 Montenegro
Japão 4×10 Austrália

polomasc1

Dia 28/07 (terça-feira)
Feminino
Brasil 11×8 Japão (4×2, 2×1, 4×3, 1×2). Izabella Chiappini 5 gols, Melani Dias(3), Amanda Oliveira, Luiza Carvalho e Gabriela Mantellato 1 cada.
Itália 10×9 Estados Unidos
Holanda 10×9 Grécia
Austrália 19×1 África do Sul
França 4×13 China
Hungria 11×13 Rússia
Espanha 23×2 Nova Zelândia
Canadá 17×4 Cazaquistão

polofem3

Dia 29/07 (quarta-feira)
Masculino
Brasil 9×10 Croácia, parciais: (2×4, 2×4, 2×1, 3×1). Gols: Bernardo Gomes, Felipe Perrone (2), Jonas Crivella (2), Yves Gonzalez, Josip Vrlic (2) e Adria Delgado.
China 2×8 Canadá
Grécia 11×10 Estados Unidos
Cazaquistão 15×7 Argentina
África do Sul 4×17 Hungria
Austrália 5×5 Montenegro
Sérvia 19×9 Japão
Rússia 6×9 Itália

polomasc2

Dia 30/07(quinta-feira)
Feminino
Brasil 6×15 Itália, parciais (0x3, 1×5, 3×3, 2×4). Gols: Amanda Oliveira(4), Izabella Chiappini(1) e Melani Dias(1).
Japão 2×17 Estados Unidos
Hungria 18×3 França
Canadá 6×12 Espanha
Cazaquistão 14×4 Nova Zelândia
Rússia 9×9 China
Austrália 8×6 Holanda
África do Sul 4×20 Grécia

polofem4

Dia 31/07(sexta-feira)
Masculino
03:30 – África do Sul x Cazaquistão
04:50 – Hungria x Argentina
06:10 – Sérvia x Austrália
07:30 – Japão x Montenegro
11:30 – Croácia x China
12:50 – Grécia x Rússia
14:10 – Brasil x Canadá – SporTV 3
15:30 – Estados Unidos x Itália

Dia 01/08 (sábado)
Feminino, eliminatórias, valendo vagas nas quartas de final: Canadá x Grécia, Holanda x Cazaquistão, Estados Unidos x Hungria e Brasil x China (as 14:10).
Passaram direto pras quartas: Itália, Espanha, Rússia e Austrália.
Disputa do 13º lugar: Nova Zelândia x África do Sul e Japão x França.

Fotos: http://www.waterpoloworld.com/ e Sátiro Sodré/CBDA

Mundial de Esportes Aquáticos – resumo dos primeiros dias (parte 1)

Mundial de Tiro com Arco (resumo dos primeiros dias)

Campeonato Mundial de Tiro com Arco em Copenhague/DEN. Competição iniciou na segunda-feira (dia 27) e vai terminar no próximo domingo. 12 atletas brasileiros estavam inscritos, sendo 6 para o Arco Recurvo (modalidade olímpica) e 6 para o Arco Composto. A seguir o resumo dos 4 primeiros dias.

1º dia (segunda-feira, 27/07)

Foi disputada a etapa qualificatória que definiria o emparceiramento dos confrontos eliminatórios:
a) Arco recurvo feminino: Lin Shih-Chia/TPE em 1º (667). As brasileiras: Larissa Feitosa 69ª (621), Sarah Nikitin 91ª (608), Ane Marcelle dos Santos 97ª (605). As 3 se classificaram pras eliminatórias. Ao todo 157 atletas participaram do quali;
b) Arco recurvo masculino: Mauro Nespoli/ITA em 1º com 666. Os brasileiros: Marcus D’Almeida 12º (655), Daniel Rezende em 54º (637) e Bernardo Oliveira em 77º (630). Todos avançaram;
c) Por equipes: Coréia do Sul em 1º no masculino com 1.968. O Brasil ficou em 12º (1.922) e avançou pras eliminatórias. A Coréia do Sul também foi a melhor ranqueada entre as mulheres (1.991). As brasileiras ficaram em 25º (1.834) e foram eliminadas. Nas duplas mistas novo domínio sul-coreano com 1.325. O Brasil ficou em 26º (1.276) e não avançou pras oitavas de final;
d) Arco composto feminino: Sara Lopez/COL foi a melhor com 698. Larissa Oliveira foi a 75ª com 646, Gisele Meleti a 87ª com 637 e Nely Acquesta a 90ª com 635. As três avançaram pra fase eliminatória;
e) Arco composto masculino: Abhishek Verma/IND em 1º com 697. Marcelo Roriz Jr. terminou em 55º (671), Roberval dos Santos em 81º (662) e Claudio Contrucci em 105º com 639. Marcelo e Roberval avançaram pras eliminatórias e Claudio foi eliminado;
f) Por equipes: Coréia do Sul em 1º no masculino (2.055). Brasil ficou em 23º (1.972). A Colômbia foi a melhor seleção feminina com 2.013. As brasileiras ficaram em 25º (penúltimo) com 1918. Nas duplas mistas a Colômbia ficou em 1º com 1385. O Brasil ficou em 34º com 1317. Nenhuma das três equipes brasileiras conseguiu avançar pra fase eliminatória.

arco3

 

 
2º dia (terça-feira, 28/07)

Eliminatórias por equipes:
– O Brasil participou apenas no arco recurvo masculino e foi eliminado no 1º combate (oitavas de final): Austrália 5×3 Brasil (parciais de 53-51, 52-54, 51-51, 55-51). As semifinais foram: Itália 5×4 China Taipei (29×27 no desempate) e Coréia do Sul 5×1 Estados Unidos;
– Arco Recurvo, equipe feminina, semifinais: Rússia 5×4 Coréia do Sul (28×27) e Índia 5×4 Japão (30×27);
– Arco Recurvo, dupla mista, semifinais: Coréia do Sul 5×4 China (19×17 no desempate) e China Taipei 6×0 Geórgia;
– Arco Composto, equipe masculina, semifinais: Irã 226×224 Itália e Canadá 231×227 Dinamarca;
– Arco Composto, equipe feminina, semifinais: Ucrânia 224×222 Venezuela e Holanda 222×218 Coréia do Sul;
– Arco Composto, dupla mista, semifinais: Coréia do Sul 144×141 África do Sul e França 151×150 Rússia.
Foram definidas as vagas por equipes para os Jogos Olímpicos Rio 2016:
– Masculino: KOR, ESP, AUS, USA, NED, TPE, CHN e ITA;
– Feminino: KOR, GEO, RUS, MEX, CHN, JPN, IND e COL. O Brasil já estava garantido em ambos.

arco2

 

 
3º dia (quarta-feira, 29/07)

Eliminatórias individuais. 11 brasileiros participaram e dois conseguiram avançar pra fase de 1/16avos:
ARCO RECURVO:
1ª rodada:
Ane Marcelle dos Santos 6×2 Irina Stepanova (RUS);
Larissa Feitosa 5×6 Leidys Brito (VEN) (7×8 no desempate);
Sarah Nikitin 1×7 Alexandra Longova (SVK);
Marcus D’Almeida 6×2 Thomas Rufer (SUI);
Bernardo Oliveira 0x6 Alec Potts (AUS);
Daniel Rezende 3×7 Mangal Champia (IND).
2ª rodada:
Ane Marcelle dos Santos 2×6 Lisa Unruh/GER;
Marcus D’Almeida 7×1 Zach Garrett/USA.
Marcus enfrentará Riau Ega Agatha/INA na quinta-feira pela 3ª rodada eliminatória.

ARCO COMPOSTO:
1ª rodada:
Marcelo Roriz Jr. 137×141 Dejan Sitar/SRB;
Roberval do Santos 141×143 Kim Taeyoon/KOR;
Larissa Oliveira 136×128 Purvasha Shende/IND;
Gisele Meleti 138×136 Ana Mendoza/VEN;
Nely Acquesta 126×139 Katarzyna Szalanska/POL.
2ª rodada:
Larissa Oliveira 127×137 Mariia Vinogradova/RUS;
Gisele Meleti 142×136 Saskia Degryse/BEL.
Gisele enfrentará Kim Yun Hee/KOR na fase 1/16avos.

arco5

 
4º dia (hoje, 30/07):

Eliminatórias individuais:
ARCO COMPOSTO
– Feminino, fase 1/16avos, Gisele Meleti/BRA perdeu (142×143) p/ Kim Yun Hee/KOR. Semifinais: Mariia Vinogradova/RUS 145×146 Kim Yun Hee/KOR e Sara Lopez/COL
144×145 Crystal Gauvin/USA;
– Masculino, semifinais: Adam Ravenscroft/GBR 142×148 Stephan Hansen/DEN e Camilo Andres Cardona/COL 138×143 Rajat Chauhan/IND.

ARCO RECURVO
– Feminino, semifinais: Ki Bo Bae/KOR 6×5 (9*x9) Misun Choi/KOR e Lin Shih-Chia/TPE 6×4 Majhi Laxmirani/IND);

arco4

– Masculino:
a) 1/16avos, Marcus D’Almeida 6×5 Riau Ega Agatha/INA (27×26, 26×27, 27×27, 28×27, 26×27. Na flecha desempate ambos fizeram 10 pontos, mas a flecha do brasileiro ficou mais perto do centro. Final, Marcus D’Almeida 6×5;
b) oitavas de final, Marcus D’Almeida 6×4 Dai Xiaoxiang/CHN (29×28, 25×28, 25×30, 28×27, 29×27);
c) quartas de final, Marcus D’Almeida 3×7 Rick Van Der Ven/NED (28×29, 29×25, 28×30, 27×27, 27×28). O brasileiro de apenas 17 anos terminou num excepcional 5º lugar. No mundial adulto de 2013, quando tinha apenas 15 anos, ele foi o 17º colocado. Marcus repete o desempenho de Sarah Nikitin que também alcançou as quartas-de-final em 2013. Semifinais: Rick Van Der Ven/NED 6×0 Furukawa Takaharu/JPN e Woojin Kim/KOR 6×4 Elias Malave/VEN.
Foram definidas 6 vagas olímpicas no masculino: VEN, CAN, UKR, JPN, IND e COL. No feminino foram 5: TPE, UKR, GER, USA e INA. Como as vagas olímpicas individuais não foram completadas, amanhã vai acontecer um ‘pré olímpico’ pra definir 3 vagas entre as mulheres e duas entre os homens.

arco1

O Campeonato Mundial vai até o próximo domingo. Amanhã acontece a definição das últimas vagas olímpicas disponíveis. No sábado teremos as finais por equipes
e no domingo as finais individuais.

Site oficial: http://worldarchery.org/competition/14215/copenhagen-2015-world-archery-championships

Fotos: twitter.com/worldarchery e https://www.facebook.com/WorldArcheryPage

Mundial de Tiro com Arco (resumo dos primeiros dias)

Resumo do final de semana

CICLISMO/BMX
Foi realizado no final de semana o Campeonato Mundial de BMX em Heusden-Zolder, na Bélgica. A equipe brasileira foi formada por: Renato Rezende, Rogério Reis, Anderson Ezequiel, Leonardo Caze, Leandro Noronha (Junior), Gabriel Reis (Junior), Priscilla Carnaval e Bianca Quinalha.
Na elite masculina o título ficou com Niek Kimmann/NED. Completaram o pódio: Jelle Van Gorkom/NED (medalha de prata) e David Graf/SUI (bronze). Os brasileiros: Renato Rezende (49º) e Leonardo Cazé (61º) ambos eliminados nas oitavas de final. Anderson Ezequiel e Rogério Reis não passaram pelo quali.
Na elite feminina o Ouro foi p/ Stefany Hernandez/VEN, a prata p/ Caroline Buchanan/AUS e o bronze p/ Simone Christensen/DEN. As brasileiras: Bianca Quinalha (20ª) e Priscilla Carnaval (27ª) caíram nas quartas de final.
Entre os juniores: Exequiel Torres/ARG foi o campeão no masculino e Axelle Etienne/FRA no feminino. Leandro Noronha (32º) foi eliminado nas quartas de final e Gabriel Reis (46º) nas oitavas.
Todos os resultados: http://www.uci.ch/bmx/ucievents/2015-bmx-uci-bmx-world-championships/292549415/widgets/entries-start-lists-results-170422/
Site oficial: http://www.bmxzolder.be/wkbmx/en/

bmx2

REMO
Campeonato Mundial Sub-23 em Plovdiv/BUL. Brasil participou com 3 barcos.
– Dois Sem Masculino (Victor Ruzicki e Vinícius Delazeri) ficaram em 3º na Final B (9º no geral);
– Double Skiff Peso-Leve Feminino (Sophia Câmara e Caroline Corado) chegaram em 6º na Final B (12º no geral);
– Dois Sem Peso-Leve Masculino (Guilherme Gomes e David Faria) em 2º na Final C (14º geral);
A Itália venceu a competição com 6 medalhas (4 ouros, uma prata e um bronze), Alemanha em 2º (3O-1P-2B), USA (3-1-0), ROU (3 ouros), FRA (2-1-1).
A avaliação de um site especializado: http://remoemvoga.com.br/2015/07/26/brasil-tem-melhor-resultado-no-mundial-sub-23-desde-2010/
Resultados das regatas envolvendo brasileiros: http://olimpicoesporte.blogspot.com.br/2015/07/mundial-sub-23-de-remo-plovdiv-bulgaria.html
Site oficial: http://www.worldrowing.com/events/2015-world-rowing-under-23-championships/

victor-e-vinicius-dois-sem-foto-cbr-2

CANOAGEM DE VELOCIDADE
Campeonato Mundial Junior e Sub-23 em Montemor-o-Velho (POR). Brasil c/ 11 atletas.
O Brasil conquistou uma (inédita) medalha na competição: Andrea Santos de Oliveira no C1 200 metros Sub-23. Ela completou a prova em 48.760 e dividiu o bronze com Kamila Bobr/BLR. O ouro foi p/ Kincso Takavs/HUN (47.636) e a prata p/ Irina Andreeva/RUS (48.688). A delegação brasileira ainda participou de algumas finais B (valendo o 10º lugar):
– Andrea Santos Oliveira, C1 500 metros Sub-23, 3º lugar (12º no geral);
– Matheus Souza Cruz, C1 200 metros Junior, 3º lugar;
– Gilmar Gomes Santos Junior, K1 200 metros Junior, 5º lugar;
– Gilmar Gomes Santos Junior e Pedro Helena da Costa, K2 200 metros Junior, 7º lugar.
– Lucas Santos, C1 1000m Junior, 8º lugar;
– Eliac Pinto e Maico Santos, C2 1000 Sub23, 8º lugar;
A Hungria terminou em 1º lugar no quadro de medalhas nas duas categorias: entre os juniores foram 6 ouros e um bronze; no sub-23 foram 4 ouros, 3 pratas e 4 bronzes. Todos os resultados: http://canoesprintportugal.com/index.php?page=timetable-results

canoa-medalhas

BASQUETE
Campeonato Mundial Sub-19 Feminino em Checkhov, Rússia.
A seleção brasileira terminou a competição no 10º lugar. Resumo da campanha:
1ª fase: Brasil venceu 82×51 a Coréia do Sul, perdeu (48×62) p/ Austrália, perdeu (75×80) p/ Sérvia; oitavas de final: França 76 x 63 Brasil; Disputa de 9º a 16º lugares: Brasil 84×66 Egito, Brasil 60×49 Mali e Brasil 72×83 Holanda. O título ficou com os Estados Unidos que venceram a Rússia (78×70) na final. Foi o sexto título consecutivo dos Estados Unidos na competição. Ao todo são 7  títulos em 11 edições do torneio. O bronze foi para a Austrália (69×62) na Espanha.

basq-fem-u19

CICLISMO
102ª edição do Tour de France. Foram aproximadamente 3.366km em 21 etapas disputadas entre os dias 04 e 26 de julho. Christopher Froome/GBR sagrou-se bicampeão (ele venceu também em 2013) com 84:46:14 e 1:12 de vantagem p/ Nairo Quintana/COL. Em 3º ficou Alejandro Valverde/ESP (+5:25). Vincenzo Nibali/ITA, que defendia o título, ficou na 4ª colocação com 8:36 de desvantagem para o campeão.
http://www.letour.fr/le-tour/2015/us/stage-21/classifications.html

letour1

VÔLEI FEMININO

23ª edição do Grand Prix, fase final em Omaha/USA.
O título deste ano ficou com a equipe da casa. No hexagonal final foram 5 vitórias em 5 jogos e a conquista veio com uma rodada de antecedêcia (no sábado, justamente na vitória de 3×0 sobre o Brasil). A prata ficou com a Rússia e o Bronze com a seleção brasileira. No último jogo do Brasil na competição, vitória de 3×1 sobre a Itália. A seleção terminou a 1ª fase invicta em 9 jogos e na fase final foram 3 vitórias em 5 partidas. Este foi o 17ª pódio brasileiro no
Grand Prix. Os Estados Unidos chegam ao seu 6º título e estão em 2º no ranking de vencedores da competição. O 1º é o Brasil com 10 conquistas.
http://worldgrandprix.2015.fivb.com/en/finals-1

volei-fem-gp1

VÔLEI DE PRAIA
Grand Slam de Yokohama, no Japão. O Brasil participou com 8 duplas na chave principal e conquistou um ouro e uma prata.
– Masculino: Alison e Bruno campeões. Na final eles fizeram 2×0 em Schalk/Saxton(CAN), 21/15 e 21/15. O bronze ficou com Doppler/Horst(AUT). Evandro/Pedro foram eliminados nas oitavas de final e terminaram em 9º lugar. Ricardo/Emanual caíram na fase 1/16 avos (17º lugar).
– Feminino: Agatha e Bárbara ficaram com a Prata. Na final elas perderam (0x2) p/ Ludwig/Walkenhorst(GER), 14/21 e 17/21. O bronze foi p/ Bansley/Pavan(CAN). Taiana/Fernanda Berti e Larissa/Talita foram eliminadas nas quartas de final e terminaram em 5º lugar. Juliana/Maria Elisa caíram nas oitavas (9º lugar) e Maria Clara/Carol foram eliminadas na fase de grupos. Com estas conquistas o Brasil alcançou 21 medalhas na atual temporada do Circuito Mundial.

alison-bruno

TÊNIS
ATP 250 de Umag na Croácia
Decisão do título nas duplas, André Sá(BRA) e Máximo Gonzalez(ARG) 2×1 Santiago Gonzalez(MEX) e Mariusz Fyrstenberg(POL), parciais de 4/6, 6/3, 10/5. Este foi o 3º título do André em 2015 e o 10º na carreira. Nesta temporada, além do título na Croácia, ele venceu em Buenos Aires, na Argentina, (com o finlandês Jarkko Nieminen), e Nottingham, na Inglaterra (com o australiano Chris Guccione).

atptour

ATLETISMO
Etapa de Londres/GBR da Liga Diamante
Augusto Dutra conquistou a medalha de bronze no Salto com Vara, com a marca de 5.81m. Além da medalha ele alcançou o índice para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Esta foi a 2ª melhor marca da sua carreira (seu recorde é 5,82m).

HIPISMO
11ª etapa da Global Champions Tour em Londres/GBR
Rolf-Goran Bengtsson(SWE) venceu a prova principal (Grand Prix). Ele zerou os dois percursos e foi para o desempate com outros 11 conjuntos. Nesta fase ele não cometeu faltas e foi, obviamente, o mais rápido com 34,91 segundos. Medalha de Prata p/ John Whitaker(GBR) e Bronze p/ Simon Delestre(FRA). Nenhum brasileiro participou desta etapa. Após 11 etapas Scott Brash(GBR) lidera o ranking com 274 pontos. Luciana Diniz(POR) está em 2º com 246 e Christian Ahlmann(GER) é o terceiro com 204. Doda de Miranda é o melhor brasileiro no ranking com 65 pontos em 33º lugar. A 12ª etapa acontecerá em Valkenswaard,
Holanda, de 13 e 16 de Agosto.
http://www.globalchampionstour.com/events/2015/london/results/

hipismo222

Fotos: Jerry Landrum/Divulgação, CBR/Divulgação, FIVB, Letour, Canoagem.org.br, FIBA, LGCT, facebook.com/Alison.BrunoSchmidt

Resumo do final de semana

Jogos Pan-Americanos em Toronto/CAN – último dia

17º Jogos Pan-Americanos em Toronto/CAN, resumo do domingo, dia 26/07, 20º (e último) dia de competições (em ordem alfabética pelo nome da modalidade). Os brasileiros participaram de dois eventos e conquistaram uma medalha: prata no Vôlei Masculino.

ATLETISMO
Marcha atlética 50km – Masculino: Ouro Andres Chocho/ECU com 3:50.12, Prata Erick Barrondo/GUA (3:55.57), Bronze Horácio Nava/MEX (3:57.28). Dois brasileiros participaram da prova: Claudio Richardson dos Santos chegou em 8º lugar com 4:18.08 (+27:54) e o blumenauense Jonathan Riekmann abandonou no 36º quilômetro.
Quadro final da modalidade: Estados Unidos em 1º com 41 medalhas, sendo 13 ouros, 14 pratas e 14 bronzes. Canadá em 2º (11O-7P-8B) e Cuba em 3º (5O-3P-1B). O Brasil terminou apenas em 8º lugar com 13 medalhas, sendo uma de ouro (Juliana Paula, campeã dos 5.000m), 6 de prata e 6 de bronze.

atle-juliana

BEISEBOL – FEMININO (FINAL)
Estados Unidos 11×3 Canadá. Ouro USA, Prata CAN, Bronze VEN. (No masculino a decisão foi entre os mesmos paises, mas com vitória canadense. O bronze entre os homens foi para Cuba).

FUTEBOL – MASCULINO (FINAL)
Uruguai 1×0 México.

RAQUETEBOL
Nas competições por equipes, tanto no masculino quanto no feminino, as decisões foram entre Estados Unidos e México. Nas duas o vencedor e o placar foi o mesmo: México 2×0. Quadro final da modalidade: domínio mexicano com 7 medalhas (4 ouros, uma prata e dois bronzes). USA em 2º (2O-2P-2B), ARG em 3º (2P).
Em tempo: pouco conhecido no Brasil, o Raquetebol pode ser classificado como ‘um primo menor’ do Squash. As regras básicas são até similares e o que muda é o tamanho da raquete (no Raquetebol são mais curtas e largas) e na bola (as de Squash são menores).

SOFTBOL – FEMININO (FINAL)
Canadá 4×2 Estados Unidos.

VÔLEI – MASCULINO
Disputa do bronze: Canadá 3×1 Porto Rico (25/11, 25/12, 23/25 e 25/18);
Decisão do ouro: Argentina 3×2 Brasil (25/23, 18/25, 19/25, 25/23 e 15/8).

volei-prata

A delegação brasileira encerra o PAN na 3ª posição do quadro de medalhas com 141 pódios, sendo 41 ouros, 40 pratas, 60 bronzes. USA em 1º c/ 265 medalhas
(103O-81P-81B), CAN em 2º c/ 217 (78O-69P-70B), CUB em 4º c/ 97 (36O-27P-34B). Em número total de medalhas (141) o Brasil igualou o desempenho dos últimos
Jogos (Guadalajara/2011). Porém, em número de ouros, houve queda: 48 em 2011 contra 41 em 2015. O grande salto foi canadense que, ‘empurrado’ pelo fator casa
saiu do 5º lugar em 2011 com 30 ouros para o 2º lugar em 2015 (78).

formiga

(Formiga, jogadora da seleção brasileira de futebol feminino, porta-bandeira na cerimônia de encerramento. Homenagem mais do que justa).

Alguns dos destaques da campanha brasileira:
– Natação (26 medalhas, sendo 10 de ouro);
– Canoagem (14 medalhas: 5 na Slalom e 9 nas provas de Velocidade);
– Tênis de Mesa (7 medalhas, sendo um pódio inédito: ouro, prata e bronze no individual masculino);
– Badminton (duas pratas e um bronze);
– Hóquei na Grama: conquistou a vaga pros Jogos Olímpicos (que era seu principal objetivo) e chegou na semifinal. Faltou pouco pra conquistar uma inédita medalha;
– Softbol: outro esporte muito pouco praticado no Brasil. As meninas da seleção chegaram na semifinal pela primeira vez na história do PAN;
– Levantamento de peso: 4 medalhas (havia ido ao pódio apenas uma vez nas 4 edições anteriores dos Jogos);
– Handebol: duas medalhas de ouro;
– Tiro: três ouros e uma prata;
– Tiro com Arco: desde 1983 não ganhava uma medalha. Nestes Jogos o Brasil conquistou o bronze por equipes no masculino;
– Ciclismo de pista: outro jejum quebrado (eram 20 anos sem medalhas). Nesta edição do PAN foram dois bronzes;
– Esgrima: cinco medalhas;
– Pentatlo Moderno: ouro de Yane Marques.

medalhas_pan-final

Algumas decepções:
– Tênis, Nado Sincronizado e Triatlo. Três modalidades que saíram de Toronto sem medalhas;
– Atletismo: numa modalidade que distribui 47 ouros o Brasil ganhou apenas um. Foram 13 medalhas ao todo (1O-6P-6B), mas alguns atletas ficaram muito aquém do que se esperava. Mês que vem acontece o Campeonato Mundial e aí poderemos corroborar a opinião sobre a ‘fase ruim’ ou então observar se o PAN foi apenas um ponto fora da curva;
– Remo: apenas uma medalha (Prata de Fabiana Beltrame) numa prova não olímpica. É triste (pra mim em particular que sou um apaixonado pelo esporte) ver o Remo brasileiro nessa situação. O PAN foi apenas um reflexo das últimas competições (Mundiais, Copas do Mundo, categorias de base) onde o Brasil envia poucos barcos e ainda assim ou fecha as raias (última posição) ou sequer pega Finais A.

A 18ª edição dos Jogos Pan-Americanos já tem até data pra começar: 26/07/2019 em Lima, Peru.

Mas Toronto ainda segue no ‘mapa esportivo’: em 11 dias (07-15/agosto) começarão os Jogos Parapan-Americanos.

Relação complete das medalhas brasileiras: http://olimpicoesporte.blogspot.com.br/2015/07/pan-2015-quadro-de-medalhas-do-brasil.html

Fotos: William Lucas/Inovafoto/CBV, twitter.com/timebrasil, Wagner Carmo/CBAt

Jogos Pan-Americanos em Toronto/CAN – último dia